Histórico/Proposta

O Núcleo de Apoio à Pós-Graduação (NAPG) do Instituto de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Minas Gerais (ICB/UFMG) congrega 13 programas de pós-graduação e 03 cursos de mestrado profissional, abrangendo diversas áreas das ciências biológicas, biomédica, biotecnológica e ambiental. No seu conjunto, as pós-graduações do ICB são bem consolidadas e de destacada excelência nacional e internacional, sendo que 57% dos programas atingiram o conceito 6 e 7 da CAPES, porcentagem essa que se eleva para 92% se considerados os programas com conceito ≥ 5.

O primeiro curso de Pós-graduação a ser criado no ICB foi o de Bioquímica, em 1968. Seguiu-se a instalação do curso de pós-graduação em Parasitologia, em 1969, e, menos de um ano depois, o de Microbiologia, em 1970. A partir daí, outros se somaram: Morfologia (1973 – hoje, Biologia Celular), Fisiologia e Farmacologia (1974), Ecologia Conservação e Manejo de Vida Silvestre (1989), Genética (1998), Biologia Vegetal (2000), Bioinformática (2003), Neurociências (2007), Zoologia (2011), Doutorado em Inovação Tecnológica e Biofarmacêutica (2015) . O ICB ainda compartilha com a Faculdade de Medicina o programa de Pós-graduação em Patologia, que possui uma sede no ICB. Em 2008 foi aprovado o primeiro curso de mestrado profissional da UFMG, o Mestrado Profissional em Inovação Biofarmacêutica, agora chamado Inovação   Tecnológica e Propriedade Intelectual, em 2011, foi criado o segundo curso de Mestrado Profissional do ICB, na área de Microbiologia, e por fim foi criado o Mestrado Profissional em Ensino de Biologia (PROFBIO). Assim, o ICB atingiu a espetacular marca de 16 cursos de pós-graduação stricto sensu em uma única unidade da UFMG.

Em resposta à rápida expansão da pós-graduação no ICB ocorrida de 1968 até a década de 1980, foi criado o NAPG em 03 de março de 1985, quando o Instituto já possuía 05 programas em funcionamento. Esse núcleo foi criado como um órgão de prestação de serviços, cujo principal objetivo era centralizar os serviços básicos, comuns a todos os cursos de pós-graduação. Esses serviços, na época, incluíam até mesmo impressão das teses e trabalhos científicos. O primeiro Regimento do NAPG, foi aprovado pela Congregação do ICB em 19 de setembro de 1990, onde foram melhores definidas suas atribuições. Desde então, as atribuições do NAPG foram sendo reformuladas e adequadas a novas realidades da pós-graduação, de forma que de acordo com o atual Regimento, datado de 2012, a finalidade do núcleo é de: Organizar e manter atividades que visem a integração, agilização e expansão da pós-graduação do ICB”.